Destinos brasileiros #1: viaje para uma cidade pequena

cidade pequena

Se você ama viajar, mas quer fugir da agitação das capitais, optar por uma cidade pequena é uma ótima opção. O turismo nesses lugares é muito indicado para quem prefere se locomover a pé, gostar de apreciar a arquitetura e quer conhecer os hábitos e comportamentos locais com maior proximidade.

A vantagem de viajar para uma cidade pequena é que, na maioria das vezes, os preços são mais acessíveis. É claro que há opções para todos os bolsos, mas ainda assim você encontra locais alternativos para hospedagem, como casas, repúblicas e campings; restaurantes com bons preços e passeios gratuitos.

Quer ir para uma cidade pequena e visitar tudo com calma? Selecionamos 3 destinos para você conhecer e se apaixonar!

Laguna – SC

Localizada no litoral de Santa Catarina, Laguna é a cidade perfeita para quem quer curtir a natureza e conhecer prédios históricos. A cidade tem lindas praias e as mais indicadas são a Praia do Mar Grosso e a Prainha do Farol, que conta com um dos principais pontos turísticos da cidade: o Farol de Santa Marta.

Outra opção de passeio são as atividades culturais do centro histórico da cidade, que podem variar entre a programação do Cine Teatro Mussi, a feira de artesanato, o Museu Anita Garibaldi, Fonte da Carioca, Casa de Anita,e os cafés da cidade.

Morretes – PR

Assim como Antonina e Paranaguá, Morretes é uma das cidades históricas paranaenses que fica próxima da capital. Se você quer ir para uma cidade pequena por causa da tranquilidade, essa é uma boa aposta. Além das trilhas e atividades em cachoeiras, você pode caminhar pelo centro, ficar sentado na beira do rio Nhundiaquara, conhecer pontes, igrejas, lojas de artesanato e curtir a feirinha que acontece no final de semana.

Dica extra: vá até Morretes observando pela Serra da Graciosa!

Pirenópolis – GO

É um dos destinos mais conhecidos de Goiás. A cidade é conhecida tanto pelo patrimônio histórico quanto natural. Além das famosas cachoeiras, em Pirenópolis você pode visitar o centro histórico, que é tombado pelo Iphan; fazer esportes e trilhas, conhecer igrejas, parques, museus e aprender mais sobre o artesanato local.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.