PANDEMIA DO ENGAJAMENTO: eu realmente estou evitando aglomerações?

O que você vai ler nesse post:

◊  Você está evitando aglomerações ou elas só mudaram de lugar?
◊  A pressão por criar conteúdo mesmo se esse não for o seu trabalho
◊  A rotina mudou e sua produtividade também, aceite isso para não surtar
◊  Tudo está mudando e você precisa se preparar para isso

As recomendações dizem para evitar aglomerações e, quando possível, ficar em casa. Você pode até ter parado de se juntar com várias pessoas em carne e osso, que respiram o mesmo ar que você – espero que tenha, hein? Mas como andam as aglomerações aí no seu celular? Quantos rostinhos você tem visto todos os dias nas redes sociais? Um meme nunca foi tão verdadeiro quanto o da moça abrindo a geladeira e encontrando uma live lá dentro… Eu tenho certeza que você também tá rolando o dedinho pra esquerda várias vezes pra passar aquele monte de lives e ver os stories das pessoas que você realmente quer assistir. E isso tem acontecido principalmente por volta das 19h, que aparentemente é o horário oficial das lives. Acertei?

A quantidade e frequência de conteúdos produzidos aumentou exponencialmente e isso gera tanta ansiedade, né? Será que eu também deveria estar produzindo conteúdo? Será que eu devo fazer uma live pra falar sobre algo que eu domino? Será que eu devo criar uma conta no Tik Tok e fazer uma dancinha qualquer para parecer legal? Será que eu devo fazer um challenge de maquiagem de 15 segundos, mas que vai tomar metade do meu dia para produzir e editar? Parei pra pensar sobre isso e cheguei a uma conclusão: qualquer pessoa pode criar conteúdo, mas esse é o trabalho de muitas pessoas e elas que precisam se cobrar para fazer isso. Acho que a digital influencer que você segue não deve estar muito preocupada com a planilha que você precisa preencher ou com aquele relatório que seu chefe está te cobrando, né? Talvez a resposta para essa reflexão toda seja que criadores de conteúdo são pessoas jurídicas disfarçadas de pessoas físicas. O que você enxerga é o CPF, mas quem tá ali na live respondendo dúvidas e agradecendo elogios é o CNPJ, é a marca que aquela pessoa construiu, é o que vai pagar as contas dela no fim do mês. Esse é um ponto bem importante para pensar com carinho e ir deixando de lado essa cobrança que gera tanta angústia e ansiedade. Criar conteúdo está na sua essência ou você só acha que deve fazer por que tá “todo mundo” fazendo? Pensa aí, migue! E nada de comparar o palco dos outros com os seus bastidores, combinado?

Tudo isso que falei aqui em cima aliado a vários outros fatores também levou muita gente à cobrança pela produtividade. Trabalhar, cuidar da casa, cuidar do corpo e da mente, criar conteúdo na internet, arrumar o armário, ler o livro popular do momento, meditar, fazer pão de fermentação natural, assar um bolo, regar as plantas, distrair o pet, aprender um idioma, assistir à live daquela banda incrível, participar da videochamada com os amigos e ainda fazer aquele curso online imperdível que você sempre quis fazer – e ele está grátis, mas somente nesse período, então você PRECISA arrumar um tempo pra fazer… Ufa, até me deu fadiga. Ah, mas você precisa dar check em todos esses itens justamente durante uma pandemia, algo que não tem registros recentes na história do mundo e que nem você, nem seus pais e talvez nem seus avós tenham presenciado antes. Não acha que as exigências em cima de você estejam pesadas demais? Os tempos são bem estranhos e já é difícil adaptar a rotina de antes para esta nova, então por que tentar encaixar mil novas coisas na sua agenda? Você pode não dar conta, e tá tudo bem não dar conta, de verdade mesmo. Tira um tempinho para alinhar essas expectativas dentro de você com mais gentileza e generosidade, isso vai te fazer um bem enorme!

Essa é a hora de parar e analisar o que está mudando e quais dessas mudanças precisam permanecer quando tudo isso passar. Repensar excessos é urgente, o mundo está cobrando isso de nós. Excesso de informação para perceber como isso nos faz mal e como, às vezes, é preciso fazer um detox, excesso de consumo de bens materiais que temos e que nem precisamos, afinal, quantas vezes você usou aquele primer milagroso-mega-ultra-glow na quarentena? Tudo vai mudar e você precisa estar em paz aí dentro para acolher isso de coração aberto. Mas continua usando óculos e protetor solar, tá? Eles vão seguir sendo sua dupla de melhores amigos quando tudo isso passar e quando a gente puder colocar a carinha no sol de novo.

Texto escrito por: Beatriz Castells


You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.